dieta da indução tudo o que você precisa saber

Dieta de Indução de 14 dias

“Catorze dias de alimentação sadia, saborosa, sem fome, começarão a acabar rapidamente com aqueles quilos extras e lhe mostrarão os primeiros contornos de um novo você. E será um” você mais esbelto, mais energético, menos ansioso. Seja bem–vindo a um mundo inteiramente novo.

Resultado de imagem para carboidrato
dieta da induça

As Regras Da Dieta Da Indução De 14 Dias

 

  1. A dieta não deve contar com mais de 20g de carboidratos por dia. No caso da maioria das pessoas, a indução da cetose/lipólise pode ser conseguida com esse consumo, que permite, aproximadamente, 3 xícaras de verduras (frouxamente arrumadas, não compactas) ou 2 xícaras de salada comum, mais 2/3 de xícara de verduras cozidas na categoria abaixo de 10% de carboidratos.
  2. Você não está mais numa dieta quantitativa. Por isso mesmo deve ajustar a quantidade ao apetite. Quando estiver com fome, coma o volume que o deixe satisfeito, sem se sentir empanturrado.
  3. Está, contudo, em uma dieta qualitativa. Isso significa que se o alimento não está na dieta, não deve absolutamente ingeri-lo. A racionalização “só esse pouquinho não vai fazer mal” é o beijo da morte nesta dieta. Viciados vão descobrir que esta regra constrói rapidamente caráter.
  4. A dieta consistirá de proteínas puras (não muitas delas existentes na natureza, contudo) gorduras puras (isto significa que manteiga, azeite de oliva e maionese são permitidos) e combinações de proteína e gordura (esta é a viga mestra da dieta). Nela não estão alimentos que são proteína-e-carboidrato e gordura-e-carboidrato, porque os carboidratos estão fora desta dieta.
  5. Utilizando uma tabela de contagem de gramas de carboidratos, podemos descobrir outras combinações que totalizam menos de 20g dos mesmos. Podemos usar alimentos como nozes, sementes, azeitonas, abacate, queijos, creme de leite, limão e suco de lima e alimentos de dieta com baixo teor de carboidratos. Mas não suponha que esses alimentos têm baixo teor, a menos que conheça com absoluta certeza o conteúdo de carboidrato na porção que está comendo.

 

Esteja pronto para a mudança metabólica.

Se você sentir alguma sensação desagradável, como por exemplo, cansaço no 2º  ou 3º dia da dieta (raramente acontece) é devido à perda de peso muito rápida. Isto pode ser facilmente corrigido aumentando a ingestão de sal e potássio. É aconselhável comer bastante salsa, agrião, espinafre e acelga, que são alimentos ricos em potássio.

Nesse período o velho combustível, o carboidrato está se esgotando.

Entre o 3º e 4º dia, o glicogênio está sendo usado (a grande e esperada mudança metabólica), e a gordura armazenada começa ser usada como energia.

É nesse ponto que você notará a incrível sensação de bem estar e ausência de fome.

Dieta de Indução de 14 dias

“Catorze dias de alimentação sadia, saborosa, sem fome, começarão a acabar rapidamente com aqueles quilos extras e lhe mostrarão os primeiros contornos de um novo você. E será um” você mais esbelto, mais energético, menos ansioso. Seja bem–vindo a um mundo inteiramente novo.”(Dr Atkins)”.

As Regras Da Dieta Da Indução De 14 Dias

 

 

  1. A dieta não deve contar com mais de 20g de carboidratos por dia. No caso da maioria das pessoas, a indução da cetose/lipólise pode ser conseguida com esse consumo, que permite, aproximadamente, 3 xícaras de verduras (frouxamente arrumadas, não compactas) ou 2 xícaras de salada comum, mais 2/3 de xícara de verduras cozidas na categoria abaixo de 10% de carboidratos.
  2. Você não está mais numa dieta quantitativa. Por isso mesmo deve ajustar a quantidade ao apetite. Quando estiver com fome, coma o volume que o deixe satisfeito, sem se sentir empanturrado.
  3. Está, contudo, em uma dieta qualitativa. Isso significa que se o alimento não está na dieta, não deve absolutamente ingeri-lo. A racionalização “só esse pouquinho não vai fazer mal” é o beijo da morte nesta dieta. Viciados vão descobrir que esta regra constrói rapidamente caráter.
  4. A dieta consistirá de proteínas puras (não muitas delas existentes na natureza, contudo) gorduras puras (isto significa que manteiga, azeite de oliva e maionese são permitidos) e combinações de proteína e gordura (esta é a viga mestra da dieta). Nela não estão alimentos que são proteína-e-carboidrato e gordura-e-carboidrato, porque os carboidratos estão fora desta dieta.
  5. Utilizando uma tabela de contagem de gramas de carboidratos, podemos descobrir outras combinações que totalizam menos de 20g dos mesmos. Podemos usar alimentos como nozes, sementes, azeitonas, abacate, queijos, creme de leite, limão e suco de lima e alimentos de dieta com baixo teor de carboidratos. Mas não suponha que esses alimentos têm baixo teor, a menos que conheça com absoluta certeza o conteúdo de carboidrato na porção que está comendo.

 

Esteja pronto para a mudança metabólica.

Se você sentir alguma sensação desagradável, como por exemplo, cansaço no 2º  ou 3º dia da dieta (raramente acontece) é devido à perda de peso muito rápida. Isto pode ser facilmente corrigido aumentando a ingestão de sal e potássio. É aconselhável comer bastante salsa, agrião, espinafre e acelga, que são alimentos ricos em potássio.

Nesse período o velho combustível, o carboidrato está se esgotando.

Entre o 3º e 4º dia, o glicogênio está sendo usado (a grande e esperada mudança metabólica), e a gordura armazenada começa ser usada como energia.

É nesse ponto que você notará a incrível sensação de bem estar e ausência de fome.

Anúncios

Primeiro post do blog

Este é o seu primeiro post. Clique no link Editar para modificar ou excluir, ou então comece um novo post. Se preferir, use este post para informar aos leitores o motivo pelo qual você iniciou este blog e o que planeja fazer com ele. Se precisar de ajuda, fale com os usuários simpáticos nos fóruns de suporte.